Talk:Pt:Estradas

From OpenStreetMap Wiki
(Redirected from Talk:Estradas)
Jump to: navigation, search

Saudações a todos os que contribuem para este projecto!

Estou agora a começar e tenho algumas dúvidas sobre a classificação das vias.

A proposta feita faz sentido e é bastante simples de implementar. Porém penso que cria alguns problemas.


1 - Um enorme número de vias não se encontra enquadrado na rede descrita em http://www.estradasdeportugal.pt.

Efectivamente muitas das antigas estradas nacionais (ainda conhecidas por Nx) deixaram de o ser e passaram a estradas municipais, conforme os municípios as vão enquadrando (artigo n.º 13).

Assim há numerosas vias que passariam a ser "highway=terciary" mas sem número ou então "highway=residential" ou "highway=unclassified" conforme se possa aplicar.

Exemplo: a N8 (Lisboa - Caldas da Rainha) passou a ser Loures - IC2. O troço Lisboa - Loures passaria a ser classificado "highway=residential" ou "highway=unclassified" conforme se estivesse dentro ou fora de localidades.

Mas esse troço continua a ser muito importante para a circulação, independentemente da sua classificação e deveria ser assinalado como tal.

Além disso, Alguns IC's são considerados pela EP com "autoestradas". Porém pela sinalização no local essas vias são "Vias reservadas a automóveis e motociclos" com limite de velocidade de 100Km/h e sem velocidade mínima. Os traçados são também mais sinuosos do que o de uma autoestrada deveria ser. Exemplo "Radial de Odivelas - IC22"

Penso que estas vias deveriam ser consideradas como "trunk" e não "motorway", reservando a última classificação para vias com limite de 120Km/h e traçado a condizer.


2 - Outro exemplo de dificuldade de aplicabilidade reside no interior de localidades, nomeadamente grandes cidades.

Actualmente a Avenida de República em Lisboa está classificada como "primary" o que penso que tem todo o sentido. Se todas as vias de uma grande cidade forem classificadas como residential (porque o são e porque não fazem parte da rede nacional de estradas) então o mapa dessa cidade tornar-se-á quase ilegível pois não é possível encontrar os grande eixos viários.

Penso que a classificação em primários/secundários/terciários deveria ser usada dentro de localidades, reservando o residencial para vias efectivamente residenciais.


Assim, proponho que às recomendações dadas, com as quais concordo, deva ser dada alguma flexibilidade, nomeadamente:

- Antigas estradas nacionais, sem renumeração ou reclassificação nova aparente no local (incluindo interior de localidades), podendo ficar sem nome nos troços não oficiais.

- Autoestradas que no local não o são "de facto"

- Vias no interior de localidades que pela sua importância justifiquem ser algo mais que residential


Esta flexibilidade deverá, claro, depender da realidade do local.

Qua acham os veteranos desta proposta?

Jakomo

Legendagem de vias principais

Tenho reparado que no mapa nacional não há sempre uma coerência na legendagem das vias principais. Apesar das orientações aqui dadas, eu sugeria que a legenda passasse a ser a seguinte:

Autoestradas: Axx (ex: A1; A15; A6)

Estradas nacionais: Nxxx e Nxxx-x(ex: N1; N12; N223; N109-12)

Estradas Regionais: Rxxx (ex: R531; R30)

Estradas Municipais: Mxxxx (ex: M531; M1000)

Itinerários Complementares: ICxx(ex: IC2; IC19)

Classificação Europeia: Exx (ex: E80; E01)

O desuso de letras extra (por exemplo N222 em vez de EN222) vêm facilitar a leitura e vai de encontro ao que se encontra nos novos marcos quilométricos nas estradas.


Por favor deixem a vossa sugestão!