Pt:Highways

From OpenStreetMap Wiki
Jump to: navigation, search
Linguagens disponíveis — Highways
· Afrikaans · Alemannisch · aragonés · asturianu · azərbaycanca · Bahasa Indonesia · Bahasa Melayu · Bân-lâm-gú · Basa Jawa · Baso Minangkabau · bosanski · brezhoneg · català · čeština · dansk · Deutsch · eesti · English · español · Esperanto · estremeñu · euskara · français · Frysk · Gaeilge · Gàidhlig · galego · Hausa · hrvatski · Igbo · interlingua · Interlingue · isiXhosa · isiZulu · íslenska · italiano · Kiswahili · Kreyòl ayisyen · kréyòl gwadloupéyen · Kurdî · latviešu · Lëtzebuergesch · lietuvių · magyar · Malagasy · Malti · Nederlands · Nedersaksies · norsk bokmål · norsk nynorsk · occitan · Oromoo · oʻzbekcha/ўзбекча · Plattdüütsch · polski · português · português do Brasil · română · shqip · slovenčina · slovenščina · Soomaaliga · suomi · svenska · Tiếng Việt · Türkçe · Vahcuengh · vèneto · Wolof · Yorùbá · Zazaki · српски / srpski · беларуская · български · қазақша · македонски · монгол · русский · тоҷикӣ · українська · Ελληνικά · Հայերեն · ქართული · नेपाली · मराठी · हिन्दी · অসমীয়া · বাংলা · ਪੰਜਾਬੀ · ગુજરાતી · ଓଡ଼ିଆ · தமிழ் · తెలుగు · ಕನ್ನಡ · മലയാളം · සිංහල · ไทย · မြန်မာဘာသာ · ລາວ · ភាសាខ្មែរ · ⵜⴰⵎⴰⵣⵉⵖⵜ · አማርኛ · 한국어 · 日本語 · 中文(简体)‎ · 吴语 · 粵語 · 中文(繁體)‎ · ייִדיש · עברית · اردو · العربية · پښتو · سنڌي · فارسی · ދިވެހިބަސް
Logo. Recurso: Pt:Highways
One example for Recurso: Pt:Highways
Description Ajude a traduzir isso em português!
Usa-se a etiqueta highway=* para estradas, caminhos e trilhas ciclísticas e outras rotas reconhecidas no terreno.
Etiquetas

highway=motorway
highway=trunk
highway=primary
highway=secondary
highway=tertiary
highway=motorway link
highway=primary link
highway=unclassified
highway=road
highway=residential
highway=service
highway=track
highway=pedestrian
bridge=yes
tunnel=yes
layer=*
tracktype=*

O texto a seguir é a tradução do artigo original em inglês, revisada em 14/06/2014 por ftrebien. Insira informações novas ou específicas da sua região antes deste aviso.
Não altere radicalmente a tradução sem alterar o artigo original, e caso queira fazê-lo contate antes a comunidade internacional ou peça ajuda à local. Correções ortográficas e melhorias de estilo são bem-vindas.

Uma highway (do inglês rodovia) no OpenStreetMap é qualquer estrada, rota, via ou passagem terrestre que conecta um local a outro e que seja pavimentada ou de alguma forma melhorada para permitir o percurso de alguma condução, incluindo veículos automotores, ciclistas, pedestres, equitadores, e outros (mas não trens - veja Ferrovias para mais detalhes).

Note que no inglês americano e australiano, o termo highway normalmente sugere uma estrada maior como uma rodovia de acesso controlado ou uma via arterial. Não se deixe confundir, no OSM o sentido dessa palavra é o usado no inglês britânico.

Nota do tradutor: ao se referir unicamente à etiqueta highway, que inclui diversos tipos de via (motorizadas ou não), deve-se traduzir esse termo genericamente como via terrestre.

Terminologia

Vias terrestres são classificadas de formas diferentes usando palavras diferentes pelo mundo afora. O OpenStreetMap tenta aplicar um sistema de classificação único a todas as condições locais. Os termos usados no OSM vieram do inglês britânico, e o resultado é que uma estrada interestadual (interstate highway) nos EUA e uma autoestrada (Autobahn) na Alemanha são ambas etiquetadas como uma motorway (autoestrada), que é o seu equivalente britânico. O artigo sobre o uso da etiqueta highway fornece mais informações gerais sobre como interpretar as classificações de acordo com condições locais e o artigo sobre equivalência internacional de estradas fornece orientações sobre o significado e sobre como mapear essas vias em diferentes territórios.

Classificação

Ver também Equivalência internacional de estradas, Uso da etiqueta highway, Guia de mapeamento, OSM tags for routing/Access-Restrictions

Estradas e trilhas

Escolha o valor da etiqueta highway sem considerar os sistemas da malha viária e de rotas. Em muitos países um trecho de uma via pode ser parte de várias rotas distintas (na mesma rede de rotas ou em redes diferentes), e uma das rotas pode ter trechos com atributos diferentes e portanto etiquetas highway diferentes. Consulte os guias específicos de cada país para etiquetar rotas e redes de rotas.

Deve-se etiquetar a maioria das vias com highway=unclassified. Se uma via possui residências em ambos os lados, etiquete-a com highway=residential. Etiquete vias de passagem importantes com highway=tertiary (a importância é subjetiva e varia por local). Etiquete vias de serviço (que dão acesso à coleta de lixo ou a estacionamento, ou que são vias em acampamentos) com highway=service. Etiquete outras vias não melhoradas que comportam veículos de 4 rodas com highway=track. Etiquete vias cuja classificação é desconhecida temporariamente com highway=road até alguém faça a sondagem devida.

Rotas de pedestres, caminhos e trilhas ciclísticas

Apesar de certos valores de highway tais como, cycleway (ciclovia) e bridleway (hipovia), sugerirem algum tipo específico de tráfego, use outras etiquetas para designar qual tráfego é legalmente permitido ou mais adequado. Use access=* para fornecer mais informações. Etiquete vias de pedestres (ruas convertidas em vias para caminhar, introduzindo barreiras físicas ou por sinalização) com highway=pedestrian. Pode-se usar etiquetas adicionais para rotas de ciclismo ou trilhas.

Etiquetas adicionais

As etiquetas a seguir são todas opcionais. Não se intimide já que o mapeador inicial raramente as informa. Ao mapear uma nova área você pode preferir só capturar a geometria das vias, os entroncamentos, a classificação das vias e os seus nomes. Você, ou outra pessoa, pode acrescentar essas informações mais tarde.

Nomes e referências

Use a etiqueta name=* e/ou a ref=* para cada trecho da via que tem um nome ou referência. Se um trecho tiver múltiplos números de referência, delimite-os com ponto-e-vírgula. (Exemplo: ref=BR-404;MG-424). Se uma via tem dois nomes, pode-se colocar o nome menos comum em alt_name=*. Onde se conhece mais uma estrada pela sua referência (por exemplo a 'BR-101' no Brasil), mas que também tem um nome jurídico por razões históricas, provavelmente é melhor deixar o campo do nome em branco e colocar o nome em alt_name, diminuindo a chance de ser renderizado. Pode-se colocar em old_name=* um nome antigo, interessante para mapeamento histórico mas não mais usado.

Limites de velocidade e outras restrições

Pode-se usar maxspeed=*, maxheight=*, maxwidth=* e maxweight=* para detalhar uma via. Maxspeed geralmente se aplica a todas as vias públicas. Maxheight e maxwidth geralmente se aplicam a uma via passando por baixo de uma ponte e maxweight a uma via passando sobre uma ponte. Atribua cada etiqueta ao trecho a que se aplica a restrição. Note que pode-se atribuir essas etiquetas tanto à linha em si quanto a um ponto da linha.

foot=no indica que pedestres são proibidos e bicycle=no indica que bicicletas são proibidas. Se só são permitidos ônibus, use access=no em conjunto com bus=yes. Pode-se usar a etiqueta hov=* para indicar que o veículo precisa ter um número mínimo de passageiros para usar a via. Veja o artigo sobre restrições de acesso para uma descrição muito mais detalhada de como expressar outras restrições relativas ao uso da via.

Superfície, largura e iluminação

Pode-se usar a etiqueta surface=* para identificar o material que recobre a superfície da via. Em vias não-pavimentadas, particularmente rústicas, pode-se indicar a qualidade relativa com a etiqueta tracktype=*, com valores desde grade1 (melhor) até grade5 (pior). Pode-se usar width=* para indicar a largura da via em metros, normalmente indicada só em vias estreitas. Pode-se usar traffic_calming=* para indicar que o trecho da via possui moderação de tráfego ou para indicar a posição do dispositivo de moderação. Se a via for iluminada, é útil acrescentar lit=yes, ou lit=no caso contrário. Para ainda mais detalhe, pode-se adicionar postes de luz individuais usando highway=street_lamp.

Estacionamento

Pode-se mapear a permissão de estacionar em paralelo ou perpendicularmente à via com parking:lane=* e parking:condition=*.

Faixas

Número de faixas

Artigo principal: Pt:Key:lanes

Defina o número de faixas disponíveis ao tráfego motorizado usando lanes=*. Para uma descrição detalhada dos tipos de faixas a contabilizar, veja o artigo principal. Se o número de faixas não for igual em cada direção para uma via de mão dupla, use lanes:forward=* ou lanes:backward=* para indicar o número de faixas em uma das direções, complementando o número total de faixas. A chave lanes:forward=* portanto se refere às faixas na mesma direção da linha do OSM, e lanes:backward=* à direção oposta.

Para faixas disponíveis apenas a veículos de serviços públicos tais como ônibus ou táxi em uma direção, use lanes:bus:forward=1, lanes:taxi:backward=1 ou similares.

Disposição e atributos individuais de faixas de trânsito

Artigo principal: Faixas de trânsito

Pode-se indicar os atributos de faixas de trânsito individuais adicionando a extensão :lanes a qualquer outra chave. Por exemplo maxspeed=80 significa que há um limite de 80 km/h em todas as faixas, mas maxspeed:lanes=100|80 significa que há um limite de 100 km/h na faixa da esquerda e 80 km/h na faixa da direita.

Pode-se indicar faixas de conversão com a etiqueta turn:lanes=*, por exemplo turn:lanes=left;through|right.

Ciclofaixas

Pode-se usar a etiqueta cycleway=* para descrever quaisquer ciclofaixas construídas como parte da via ou ciclovias dispostas paralelamente à via principal.

Calçadas

Usa-se sidewalk=* para dar informações sobre pistas de caminhada (também chamadas de calçadas) que podem ou não estar associadas à via principal.

Travessias e barreiras

Pode-se usar crossing=* para indicar um lugar onde há instalações para ajudar as pessoas a atravessar a via. Acrescente-a ao ponto adequado ao longo da via, com crossing=* descrevendo o tipo de travessia usando um dos seguintes valores: traffic_signals (semáforos), uncontrolled (sem controle), island (ilha de tráfego) ou unmarked (sem demarcação). Além disso, pode-se usar as etiquetas foot=*, bicycle=*, horse=* para indicar quais modos de transporte são permitidos por lei na travessia. Pode-se usar a etiqueta supervised=yes para indicar que a travessia é supervisionada em horário de pico.

Onde o uso de uma via for restrido por alguma barreira física, pode-se indicar isso acrescentando um ponto etiquetado com barrier=* com um valor adequado, por exemplo: border_control (polícia de fronteira), cycle_barrier (barreira para bicicleta), cattle_grid (mata-burro), gate (portão), stile (travessia em cerca/muro), toll_booth (cabine de pedágio) ou turnstile (catraca). Pode-se usar uma etiqueta access=* para fornecer informações sobre quais modos de transporte são afetados pela barreira. Para uma cabine de pedágio pode-se usar a etiqueta fee=* para fornecer mais informações.

Onde uma ferrovia cruza uma estrada no mesmo nível, use railway=level_crossing, e railway=crossing para onde uma via não-motorizada (ciclovia, pista de caminhada, etc.) cruza uma ferrovia.

Para o lugar onde um rio ou córrego cruza uma via qualquer sem uma ponte, use ford=*. Para um curso d'água estreito mapeado apenas com linhas (sem áreas), aplique-a a um ponto. Se o rio for largo, aplique a etiqueta 'ford' ao trecho abrangendo a extensão da via que cruza o rio entre as duas margens do rio marcadas com waterway=riverbank.

Ônibus e bondes

Etiquete paradas de ônibus ao longo da rota com highway=bus_stop ou com a nova etiqueta public_transport=platform. A parada deve ser posicionada ao lado da via, no lugar onde os passageiros esperam. Etiquete um bonde que divide a pista com a via principal com railway=tram na mesma linha da via. Se o bonde passar por uma área exclusiva ao lado da via principal ou dentro do canteiro central, crie uma linha separada e também etiquete-a usando railway=tram.

Pontes e túneis

Mapeie pontes e túneis quebrando a via onde a ponte começa e termina e marcando a linha intermediária com bridge=yes/viaduct ou tunnel=yes. Há um certo debate sobre como nomear pontes e túneis em uma via quando o nome do túnel/ponte é diferente do da via. Uma abordagem é usar a proposta da relação bridge/tunnel e incluir o nome da ponte na própria relação.

Use a etiqueta layer=* em uma ou mais vias que se cruzam formando uma ponte ou um túnel. Normalmente pontes têm layer=1 e túneis têm layer=-1, mas onde onde o entroncamento for complexo, mais camadas (layers) são necessários. Os trechos em que uma via está acima ou abaixo do nível do solo podem ser etiquetados com embankment=* ou cutting=*.

Entroncamentos

Artigo principal: Entroncamentos

Pode-se formar um entroncamento simples entre vias usando um ponto compartilhado. Se o entroncamento tiver semáforos, etiquete o ponto com highway=traffic_signals. Use highway=mini_roundabout para mapear mini-rotatórias, que são pintadas na pista. Mapeie rotatórias maiores, que provavelmente têm grama ou plantas no centro, como uma linha circular etiquetada com junction=roundabout. Uma rotatória numa via principal pode incluir pontes e deve portanto ser quebrada em linhas individuais, com cada linha etiquetada com junction=roundabout. Normalmente mapeiam-se trevos usando múltiplos elementos highway, cada um com as etiquetas bridge e layer adequadas.

Restrições de conversão

Artigo principal: Pt:Relation:restriction

Alguns entroncamentos têm restrições de conversão que precisam ser modeladas para que serviços de roteamento funcionem corretamente.

Propostas

Ver também