EuYoutH OSM/Angra do Heroísmo

From OpenStreetMap Wiki
Jump to navigation Jump to search

Contents

European YoutHumanitarian OpenStreetMap - euYoutH OSM

Welcome - Bienvenido - Benvido - Bine ați venit - Willkommen


A Nossa escola

A Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade é uma escola em Angra do Heroísmo, na ilha Terceira. Esta ilha situa-se no meio do Atlântico e pertence à Região Autónoma Portuguesa dos Açores.

A escola, denominada hoje Escola Jerónimo Emiliano de Andrade de Angra do Heroísmo, foi fundada em 1844 e era o Liceu Nacional de Angra do Heroísmo (o seu principal objetivo era preparar os estudantes para continuar os estudos na universidade). Em outubro de 1969, um novo edifício foi construído e são estas as instalações atuais. Em 1978, fundiu-se com a Escola Industrial e Comercial de Angra do Heroísmo. Pela antiga existência e pelo facto de hoje a escola ser o resultado da fusão de dois tipos de ensino, é conhecida como uma escola eclética que aceita facilmente novas ideias e concepções.

  • Mais informações aqui.

A nossa página web

  • Clique aqui para aceder à página web da nossa escola

A nossa escola no OpenStreetMap

Comunicação, Disseminação e Visibilidade

Twitter, Facebook, Instagram e outras redes sociais

As nossas contas nas redes sociais

Formação de alunos e professores na escola
Ds9pBooWwAAy kr.jpg

No passado dia 23 de novembro de 2018, realizou-se nas instalações da Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade uma formação, aberta a todo o pessoal docente. Esta formação foi coordenada pelo professor Nuno Azevedo e pela professora Elizabete Oliveira. Assim, durante uma manhã, os docentes tomaram conhecimento do que é e quais as potencialidades do OpenStreetMap e efetuaram treino prático no programa JOSM.


Ds9t7d8WoAEOKl-.jpg

Depois da formação realizada para professores, no dia 26 de novembro de 2018, começámos a treinar os nossos alunos. Deste modo, apresentámos o OpenStreetMap, as suas diversas aplicações e usos e realizámos um treino prático com o programa JOSM. Todos os alunos começaram por localizar as suas casas e adicionaram-nas ao OSM; puderam mapear alguns pontos de interesse pessoal, ou seja, dezenas de campos de jogos, ginásios, juntas de freguesia, sociedades recreativas e casas do povo foram adicionadas ao mapa da ilha Terceira.


Angra do Heroísmo, Portugal
Publicações no Twiter

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1141720449342222336

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1142389139062644736

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1143444482395987968

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1143982751839920129

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1145841062533128192

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1146900006315659265

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1148489485170200576

Publicações no Facebook

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/885326845138215

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/888944954776404

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/889772581360308

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/890785847925648

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/895552004115699


Divulgando as atividades aos alunos e professores na escola

Mostrando o nosso projeto e seus desenvolvimentos aos alunos, professores, pais e restante comunidade escolar, no primeiro dia de aulas do novo ano letivo.

EEnTGbOX4AIKTNh.jpg

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1173701295439523840

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/947386172265615

https://www.instagram.com/p/B2fG_juBs4V/


SotM 2019 em Heidelberg, Alemanha
Publicações no Twiter

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1173842240365637632

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1174264538604167168

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1174357433462009857

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1174627819151867904

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1174627961179385856

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1174681336067633152

https://twitter.com/nicolas_chavent/status/1174687190229626881

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1175306639911657474

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1176273774552989697

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1176396360905560070

https://twitter.com/pierzen/status/1176482186691788803

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1176713589555630080

https://twitter.com/euYoutH_OSM/status/1181261071761453056

https://twitter.com/kmkpad/status/1181215960830763010

Publicações no Facebook

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/947596895577876

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/948359438834955

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/949156408755258

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/949333992070833

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/950649125272653

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/952731718397727

https://www.facebook.com/esjeandrade/posts/953389431665289


Imprensa tradicional

  • Artigo publicado no "Jornal Escolar Vid'Académica" da Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade na edição n.º 11 de dezembro de 2018, página 13
Screenshot 2018-12-27 15.12.46.png

Pensar o projeto... Foi o que fizeram os professores Elizabete Oliveira e Nuno Azevedo na sua deslocação a Saarburg, na Alemanha. Em conjunto com os seus pares da Alemanha, Roménia, Espanha e Irlanda delinearam estratégias, apresentaram propostas de condução do projeto. À chegada, o nosso Jornal Escolar Vid'Académica noticiou o acontecimento, divulgando-se, deste modo, o projeto a toda a comunidade escolar.


  • Artigo publicado no Jornal "Diário Insular" na edição de 02 de abril de 2019, página 9
Diarioinsular.jpg


  • Artigo publicado no "Jornal Escolar Vid'Académica" da Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade na edição n.º 12 de abril de 2019, páginas 12 e 13
Screenshot2019-04-02.jpg


  • Artigo publicado no jornal alemão "Volksfreund Trier" na edição de 11 de abril de 2019, dando conta do mapeamento humanitário realizado na Portmarnock Community School, aquando da mobilidade realizada à Irlanda, em março de 2019
Volksfreundtrier11042019.jpg


  • Artigo publicado no Jornal "Diário Insular" na edição de 20 de junho de 2019, página 7
Diarioinsular2.jpg


  • Artigo publicado no Jornal "Diário Insular" na edição de 04 de julho de 2019, página 7
Diarioinsular3.jpg


  • Artigo publicado no Jornal "Diário Insular" na edição de 19 de setembro de 2019, página 6

Diarioinsular20190919.jpg

Rádio

  • No dia 26 de junho de 2019, alguns dos professores envolvidos no projeto foram entrevistados pela RCA - Rádio Clube de Angra, uma rádio local da ilha Terceira e, durante a entrevista, tiveram oportunidade de dar a conhecer, ao público ouvinte daquela estação de rádio, o projeto EuYoutH_OSM - European Youth Humanitarian OpenStreetMap, bem como divulgar o trabalho que estava a ser desenvolvido pelos alunos e professores portugueses e estrangeiros, no decurso da semana de formação na Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade.

MP3 logo

Mobilidades

Alemanha - Saarburg

Planificação Semanal

Semana de formação de 22/10/2018 a 26/10/2018

SchulungSaarburg.png


A primeira mobilidade foi realizada na cidade de Saarburg, na Alemanha e contou com a presença de professores dos países envolvidos. Assim, dos dias 22 a 26 de outubro de 2018, os professores Elizabete Oliveira e Nuno Azevedo (PORTUGAL) reuniram-se com os professores Manfred Reiter, Uwe Engstler, Ralf Georgi e Nadine Schreiner (ALEMANHA), com os professores Carlos Alonso e Susana Salvador (ESPANHA), com as professoras Madalina Ionescu e Ramona Chiru (ROMÉNIA) e com os professores Adrian O'Connor e Niall Fitzgerald (IRLANDA) e durante a semana obtiveram formação e informação, debateram e afinaram rumos e procuraram soluções para pequenos constrangimentos.


TV Oktober2018.jpg
Os dois mapas mostram o que os ativistas do OpenStreetMap podem alcançar em apenas 28 dias usando a região do terremoto no Haiti 2010 como exemplo.
(C) Volksfreund - Saarburg, 08. Novembro 2018 - Um mapa que pode salvar vidas.

SAARBURG. Um professor de Saarburg quer ganhar alunos para o projecto OpenStreetMap. Podem ajudar a combater doenças como o ébola ou a doença do sono em zonas de crise em todo o mundo. Por Herbert Thormeyer

Dez professores de escolas de Portugal, Irlanda, Roménia, Espanha e Alemanha sentam-se em frente dos seus computadores portáteis, na Escola Geschwister-Scholl em Saarburg-Beurig e ficam espantados com o que Séverin Menard lhes invoca no ecrã, através do Skype de Paris. Há dois mapas da área do terremoto na capital haitiana, Porto Príncipe. Um deles é como era antes de ser livremente acessível na rede. A segunda parece completamente diferente. Após 28 dias, os ativistas encheram a área urbana com dados, ou seja, ruas, edifícios e pontos essenciais. Um total de 600 voluntários trabalharam neste mapa desde 12 de janeiro de 2010. "Isso permitiu que os socorristas procurassem muito mais especificamente e economizaram muito tempo para encontrar vítimas", explica o geógrafo, que está envolvido no Sistema de Informação Geográfica (SIG), uma organização não-governamental que trabalha para o mapeamento mundial, mesmo em regiões remotas, especialmente na África. "Temos de estar preparados para crises", exige Menard. E o OpenStreetMap, mapas de acesso livre e de alta resolução na rede, é particularmente adequado para isso. O antigo professor da escola, Manfred Reiter, está empenhado em inspirar os alunos a trabalhar com ele porque: "Você pode usá-lo para salvar vidas em todo o mundo a partir do seu computador de casa". O negócio é o seguinte: O Google Earth fornece as imagens que são colocadas sobre os mapas existentes na rede. Edifícios, pequenos caminhos e pontos interessantes podem agora ser inseridos e marcados no OpenStreetMap. Os ajudantes no local podem carregar isto de volta em smartphones ou dispositivos de navegação. Até mesmo uma impressão no papel pode agora ajudar as vítimas de desastres. Especialmente na África Subsariana, a situação dos dados é ainda fraca. O ativista do GIS usa fotos para mostrar como as pessoas se reúnem em seus computadores para mudar isso. "Isto é importante, por exemplo, para combater o Ébola ou a doença do sono", diz Reiter. Com o OpenStreetMap, os ajudantes podem ver onde ainda há trilhas e cabanas onde podem procurar as pessoas afetadas. Severine Menard quer, portanto, ligar em rede o maior número possível de grupos envolvidos neste domínio. "Os respectivos governos apreciam isto", confirma ele. O OpenStreetMap foi fundado em Londres em 2004. Três grupos da Escola Profissional de Beurig já se formaram desde 2011. "Mas os alunos já deixaram a escola", explica o professor de geografia Uwe Engstler. Por conseguinte, os novos alunos deverão continuar o projecto com o OpenStreetMap e as parcerias entre escolas. É financiado pela UE para que as pessoas se possam visitar e inspirar mutuamente. A compreensão internacional e a salvação de vidas humanas andam de mãos dadas aqui.

Irlanda - Portmarnock

Entre os dias 24 e 29 de março de 2019, a Escola Portmarnock Community School recebeu alunos e professores para uma semana de intensa formação.

Planificação semanal

Wochenplan

Atividades

Relatório sobre o mapeamento no Lesoto

Lesoto
Descrição

Depois de visitar a escola e de um almoço em conjunto, os alunos de Portmarnock Community School (https://www.portmarnockcommunityschool.ie/) relataram as suas atividades de mapeamento no Lesoto, África do Sul.

Registo de dados no site do Mapillary

Mapillary
Descrição

O Mapillary é um serviço que permite capturar continuamente imagens georreferenciadas com o smartphone e o sua aplicação. As imagens podem, então, ser vistas como um filme. Além disso, as gravações podem ser usadas para processar as informações nelas contidas (semáforos, sinais, etc.) no JOSM e, assim, disponibilizá-las para a base de dados do OSM.

Internet

Internet: https://www.mapillary.com/

App para Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=app.mapillary

App para iOS: https://itunes.apple.com/us/app/mapillary-street-level-imagery/id757286802?mt=8

Fotos

Treino em Mapillary em torno do Castelo de Malahide e do jardim adjacente. Os alunos aprenderam como a tecnologia funciona para documentar a situação atual em áreas de crise e para fornecer dados adicionais para organizações de assistência humanitária, como os Médicos Sem Fronteiras.

O Editor JOSM

JOSM
Descrição

Após as atividades ao ar livre em torno do Castelo de Malahide e dos jardins adjacentes, os dados coletados foram processados com o JOSM.

Internet

https://josm.openstreetmap.de/

Os alunos avaliam os dados no computador

Um primeiro Mapathon

Mapeando com dados do Lesotho
Descrição

Os alunos mapeiam com dados do Lesoto. Os dados coletados foram fornecidos pela escola em Portmarnock.

Fotografias

Lesotho 2019.jpg

"Mapeando" com MapSwipe

MapSwipe
Descrição

Os alunos usam a aplicação de smartphone MapSwipe para identificar edifícios na Etiópia ou no Chade. A Etiópia está preocupada em encontrar prédios em risco de inundação, como resultado das alterações climáticas. No Chade, os edifícios ou áreas residenciais devem ser identificados para mostrar às organizações internacionais de ajuda humanitária onde as vacinas devem ser aplicadas, antes que as epidemias se possam alastrar. A app MapSwipe é um precursor do mapeamento no JOSM, adequado para recém-chegados ao OpenStreetMap.

Internet

Internet: https://mapswipe.org/

App para Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=org.missingmaps.mapswipe&hl=de

App para iOS: https://itunes.apple.com/us/app/mapswipe/id1133855392

Alunos identificam edifícios com a ajuda do MapSwipe

O Tasking Manager - a ferramenta de mapeamento distribuído

Gerenciador de tarefas para mapeamento de áreas de crise
Descrição

Para poder apoiar preventivamente as organizações humanitárias de ajuda internacional no dia a dia, bem como em situações de crise, existem os chamados gerenciadores de tarefas. Lá, as áreas de crise a serem mapeadas são classificadas de acordo com a urgência. Depois de selecionar uma área de crise, informações mais detalhadas serão exibidas, juntamente com uma tarefa específica.

Internet

Há um grande número de Gerenciadores de tarefas https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Tasking_Manager#Operational_installations_of_the_Tasking_Manager

Learn OSM é um bom ponto de partida para iniciantes https://learnosm.org/en/

Videos tutoriais podem ser encontrados em https://osm.earth/learn

Mais informações no Twitter

Portugal - Angra do Heroísmo

Planificação semanal

A semana de formação em Angra do Heroísmo, ilha Terceira - Açores, decorreu entre os dias 25 e 29 de junho de 2019.


TT Angra.png

Trabalho preparatório

Para esta semana de formação na nossa escola preparamos um guião com algumas informações úteis sobre a ilha Terceira, apresentando a nossa escola, uma pequena atividade pratica de Português para estrangeiros, bem como crachás de identificação para todos os participantes. Como forma de divulgação e de dar visibilidade ao projeto fizemos t-shirts com o logótipo do projeto euYoutH_OSM e com o nome dos alunos e professores envolvidos. A empresa Mapillary forneceu-nos diversos materiais de divulgação como suportes para telemóveis para carro e bicicleta, selfie-sticks, autocolantes e t-shirts para os alunos. A empresa OpenStreetCam forneceu-nos diversos chapéus.


TT AngraGuide.jpg Useful Information Guide - Terceira Useful Information Guide - Terceira

Atividades

Visita ao Museu de Angra do Heroísmo

A receção e boas-vindas aos participantes foi realizada no Convento de S. Francisco, atual Museu de Angra do Heroísmo, edifício que albergou o Liceu Nacional de Angra do Heroísmo desde 1844 até 1969. Durante a receção foi visualizada uma apresentação em PowerPoint sobre a nossa escola.


Seguiu-se uma visita guiada ao Museu de Angra do Heroísmo, tendo como guia a Profª Ana Lúcia Almeida, durante a qual os participantes puderam visitar a Igreja de Nossa Senhora da Guia do Convento de S. Francisco de Angra e a exposição "Do Mar e da Terra … uma história no Atlântico", que conta a história da descoberta e povoamento das ilhas até à contemporaneidade dos Açores.


Ppt ERASMUS KA ESJEA school presentation.jpg A Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade A Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade



Receção na Câmara Municipal de Angra do Heroísmo

No dia 25 de junho, pelas 15 horas, o grupo de professores e alunos foi recebido no Salão Nobre da Câmara Municipal de Angra do Heroísmo. O Presidente, Professor Doutor Álamo Meneses, deu as boas vindas a todos os participantes e presenteou-nos com uma excelente palestra sobre a origem geomorfológica dos Açores e sobre a história da cidade de Angra do Heroísmo. No final, desejou votos de excelente trabalho a toda a equipa do projeto EuYoutH_OSM.


Aqui ficam algumas fotografias deste momento.


Caça ao Tesouro na cidade de Angra do Heroísmo

Tendo como objetivo que o grupo de alunos e professores estrangeiros conhecessem a cidade de Angra do Heroísmo e os seus principais monumentos históricos organizamos uma atividade/jogo de "Caça ao Tesouro" (Scavenger Hunt) pelas ruas do centro histórico. Durante a atividade, os alunos utilizaram as aplicações Mapillary e OpenStreetCamera (OSC) nos vários percursos realizados, em busca dos tesouros históricos de Angra do Heroísmo, cidade património mundial pela UNESCO.


Clique aqui para aceder ao jogo Scavenger Hunt Scavenger Hunt

Entrevista para a Rádio Clube de Angra

No dia 26 de junho de 2019, alguns dos professores envolvidos no projeto foram entrevistados pela RCA - Rádio Clube de Angra, uma rádio local da ilha Terceira e, durante a entrevista, tiveram oportunidade de dar a conhecer, ao público ouvinte daquela estação de rádio, o projeto EuYoutH_OSM - European Youth Humanitarian OpenStreetMap, bem como divulgar o trabalho que estava a ser desenvolvido pelos alunos e professores portugueses e estrangeiros, no decurso da semana de formação na Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, nomeadamente na construção/melhoria do mapa da ilha.

MP3 logo

Visita ao Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)

SRPCBA
Descrição

Os alunos foram convidados pelo Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA), com sede em Angra do Heroísmo, e puderam aprender como trabalhar em situações de catástrofe (por exemplo, após terramotos ou erupções vulcânicas). Após uma palestra geral dos representantes da SRPCBA, os alunos tiveram a oportunidade de obter informações, em primeira mão, sobre os requisitos para mapas em situações de emergência.


Internet

Internet: http://www.azores.gov.pt/Portal/en/entidades/srs-srpcba/

Apresentação do SRPCBA: presentation_SRPCBA_2019.pdf presentation_SRPCBA_2019.pdf

Vídeo sobre os Açores e o SRPCBA:



Imagens

Imagens da visita de estudo ao Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores (SRPCBA)


Após a apresentação e as discussões dos alunos com os representantes do SRPCBA, surgiu a informação que as bocas de incêndio e os pontos de encontro em situações de desastre são bastante importantes. A partir daí, o grupo decidiu criar uma tarefa de verificar as bocas de incêndio existentes na cidade de Angra do Heroísmo, no OpenstreetMap e, se necessário, mapear, complementar e documentar os dados.

Mapeamento de bocas de incêndio e pontos de encontro

Após a visita ao SRPCBA, utilizando o Overpass Turbo (http://overpass-turbo.eu), uma ferramenta baseada na web de recolha de dados para o OpenStreetMap, os alunos efetuaram uma consulta para Angra do Heroísmo, usando "bocas de incêndio" como exemplo.


O resultado da consulta (Query Wizard: "emergency=fire_hydrant") fica assim:

Abfrage Overpass turbo


O resultado revela que apenas três bocas de incêndio (círculos amarelos no mapa), em Angra do Heroísmo, estão incluídos no mapa do OpenStreetMap.


Com a ajuda do website "Field Papers" (http://fieldpapers.org/), Angra do Heroísmo foi dividida num total de 12 áreas.

Field Papers


Em cada área, equipas multinacionais de alunos e professores utilizaram os aplicativos OSMTracker (https://wiki.openstreetmap.org/wiki/OSMTracker_(Android)) e Go Map! (https://wiki.openstreetmap.org/wiki/Go_Map!! (IOS)) para mapear os locais das bocas de incêndio.


Links para download das apps:

OSMTracker: https://play.google.com/store/apps/details?id=net.osmtracker

Go Map!: https://apps.apple.com/app/id592990211


Após as localizações terem sido recolhidas com o OSMTracker, os dados foram importados (aqui exemplificativamente para a área B3) para o JOSM (https://josm.openstreetmap.de/).

Dados importados do OSMtracker para o JOSM


Etiquetagem em JOSM

Etiquetagem em JOSM


Depois de todos os dados estarem inseridos, e após nova consulta no Overpass Turbo (http://overpass-turbo.eu), o novo mapa OSM terá a seguinte aparência, com um total de 50 bocas de incêndio.

"incêndio", in Dicionário Priberam da Língua Portuguesa [em linha], 2008-2013, https://dicionario.priberam.org/incêndio [consultado em 19-09-2019].:

OSM após mapeamento


Os alunos documentaram a localização das bocas de incêndio com a MyOSMatic (https://maposmatic.osm-baustelle.de/):

Documentação usando MyOSMatic

Descarregue as localizações em formato PDF para impressão: Firehydrants_after_mapping.pdf Firehydrants_after_mapping.pdf

Informação geológica sobre a Ilha Terceira e os Açores

Informação geológica sobre a ilha Terceira e os Açores
Descrição

O Professor Eduardo Almeida, da Escola Secundária Jerónimo Emiliano de Andrade, explicou aos alunos a origem dos Açores e, em particular, a geologia da Ilha Terceira. No Miradouro da Serra do Cume, na Praia da Vitória, os alunos tiveram uma boa visão geral de grande parte da ilha Terceira e ficaram a conhecer as forças endógenas que a formaram, nomeadamente o Rifte da Terceira, uma das principais estruturas geológicas do Atlântico Nordeste.

Mapeamento com drones

Mapeamento com drones
Descrição

O Professor Eduardo Dias, da Universidade dos Açores, deu uma palestra sobre mapeamento com drones. Apresentou um total de três diferentes drones e as suas propriedades e aplicações. Na sua apresentação, ele descreveu como documentar eventos, como terremotos ou erupções vulcânicas. Após a palestra foram utilizados dois drones para tirar fotografias ao Porto dos Biscoitos, no norte da ilha Terceira.

Internet

Endereço Internet da universidade: https://international.uac.pt/

As imagens georreferenciadas obtidas com o drone não podem ser facilmente usadas para mapeamento em JOSM. As imagens ainda têm de ser rectificadas com software especial. Mais informações podem ser encontradas aqui: https://wiki.openstreetmap.org/wiki/DE:Projekt_Drohnen-Mapping_in_Landshut


Nota: Os requisitos legais do respetivo país para operar um drone têm de ser cumpridos!

Mapeamento com OpenStreetCam

Com o OpenStreetCam, as imagens georreferenciadas podem ser recolhidas por ordem cronológica ao nível da rua. Para capturar as imagens, pode usar uma aplicação para Android ou IOS ou uma câmara fotográfica, capaz de capturar imagens georreferenciadas. Com as imagens recolhidas, os mapas do OpenStreetMap podem ser melhorados e os locais, antes e depois de um evento natural, podem ser comparados e documentados. No dia 29 de junho, efetuamos uma visita de estudo em redor da ilha Terceira e, durante o percurso, fomos recolhendo imagens, utilizando o OpenStreetCam.

Imagens do OpenStreetCam na ilha Terceira antes da visita de estudo

Imagens do OpenStreetCam na Ilha Terceira antes da visita de estudo


Imagens do OpenStreetCam na ilha Terceira após a visita de estudo

Imagens do OpenStreetCam na Ilha Terceira após a visita de estudo


Uma via do OpenStreetCam, perto da escola de Angra, contém uma imagem com um sinal de trânsito. Esta informação pode então ser adicionada à base de dados OSM no JOSM.

Imagens do OpenStreetCam em JOSM


Um outro exemplo mostra que este método também pode ser usado para recolher a localização de bocas de incêndio (ver centro inferior direito em JOSM), pontos de encontro ou outras informações importantes. As imagens individuais de uma faixa OpenStreetCam podem ser percorridas como num vídeo.

Imagens do OpenStreetCam em JOSM


Internet:

OpenStreetCam: https://openstreetcam.org/map/@38.721679775156424,-27.17674255371094,12z

Google Play: https://play.google.com/store/apps/details?id=com.telenav.streetview&hl=en_US

IOS App Store: https://apps.apple.com/de/app/openstreetcam/id1089548849

Avaliação (Google Forms)

No final desta Atividade de Aprendizagem C3 em Angra do Heroísmo solicitamos aos participantes a realização de um pequeno questionário de avaliação. O questionário foi realizado através da aplicação Google Forms.


Consulte aqui o Questionário.


Consulte os resultados aqui. Consulte os resultados aqui.


Alemanha - SOTM em Heidelberg

Planificação Semanal

Heidelberg de 17.09. a 24.09.2019

Plano de atividades para professores e alunos.

Wochenplan


Complemento de atividades dos docentes

Wochenplan Lehrer

Atividades

Workshop uMap

uMap
Descrição

O uMap é um software de código aberto que permite criar um mapa. No fundo está o mapa do OpenStreetMap (tecnologia de camada). Como pode ser visto no exemplo do aluno abaixo, qualquer informação do banco de dados do OSM pode ser incluída. Para garantir que as informações estao sempre atualizadas, as consultas podem ser criadas dinamicamente com o overpass turbo. Os mapas criados desta maneira estão disponíveis por um período indeterminado no uMap e podem ser acedidos, sempre que necessário.


Internet

uMap na Internet: https://umap.openstreetmap.fr/de/

overpass turbo: https://overpass-turbo.eu/

Downloadlink Skript: Workshop_uMap_Heidelberg.pdf Workshop_uMap_Heidelberg.pdf

Passeio pela cidade e pelo castelo

Passeio pela cidade e castelo
Descrição

Para dar aos convidados uma primeira visão geral, visitamos a cidade velha e o famoso castelo de Heidelberg. O lema da universidade também impressionou os alunos e professores: "Semper apertus", que significa "sempre aberta" "

QGIS-Workshop na Universidade de Heidelberg

QGIS
Descrição

Os especialistas Severin Menard e Nicolas Chavent da França explicaram aos alunos como podem compilar e avaliar dados espaciais com o QGIS, um software livre na área dos sistemas de informação geográfica.


Internet

QGIS na Internet: https://www.qgis.org/de/site/

Trabalhando com Fiel Papers no zoológico de Heidelberg

Mapeando no Zoo de Heidelberger
Descrição

Com a ajuda dos Field Papers, o Zoológico de Heidelberg foi dividido em várias áreas. Grupos de estudantes em grupos internacionais registaram as atrações ausentes no zoológico com o APP QSMTracker (Android) ou com o Go Map (iOS).


Internet

Field Papers na Internet: http://fieldpapers.org/

OSMTracker para Android: https://play.google.com/store/apps/details?id=net.osmtracker

Go Map para iOS: https://apps.apple.com/de/app/go-map/id592990211

State of the Map 2019 (SotM)

Apoio à organização da feira pelos alunos

SOTM
Descrição

Os estudantes foram inscritos na organização do ciclo de conferências como voluntários. Apoiaram os organizadores nas áreas da restauração, do apoio à realização de palestras e outras tarefas.


Internet

SOTM 2019 na Internet: https://2019.stateofthemap.org/


O stand Erasmus+

SOTM
Descrição

O nosso stand foi muito frequentado por representantes de outras escolas alemãs e estrangeiras, bem como por outros organizadores e participantes, como a Organização das Nações Unidas (ONU) ou os Médicos Sem Fronteiras.


Internet

SOTM 2019 na Internet: https://2019.stateofthemap.org/


Roménia - Râmnicu Vâlcea


Espanha - A Guardia