Pt:Tag:place=locality

From OpenStreetMap Wiki
Jump to navigation Jump to search
Public-images-osm logo.svg place = locality
Taos Pueblo2.jpg
Descrição
Local ou sítio ermo com nome, mas sem população. Edit or translate this description.
Grupo: Places
Usado nos elementos
pode ser usado em pontosnão deve ser usado em linhaspode ser usado em áreaspode ser usado em relações
Requer
Combinações úteis
Ver também
Wikidata
Situação: aprovadoPage for proposal

Descrição

Local ou sítio ermo e sem população para o qual existe um nome, mas que não se insere em nenhum dos outros escalões de place=*.

Sempre que possível, deve-se evitar usar esta etiqueta. Usar apenas em último recurso, quando um sítio tem um nome pelo qual é conhecido, mas não se enquadra em nenhuma outra etiqueta para designar um local.

Como mapear

Colocar um ponto no sítio apropriado e adicionar a etiqueta place=locality, juntamente com name=*. wikipedia=*, note=*, source=* e outras etiquetas semelhantes que possam explicar o recurso a place=locality.

Exemplos de utilização

Em Portugal, pode ser usada para mapear locais desabitados e ermos que não definem uma área em particular (uma serra, um bosque, um vale, etc.), mas uma região indefinida. Estes nomes são muitas vezes de conhecimento local e transmitidos por via oral. É comum aparecerem nas cartas do Exército.

A etiqueta place=locality é usada em alguns países para descrever locais onde já existiram povoados que já não possuem elementos que possam ser mapeados, mas cujo nome ainda é utilizado para se referir àquela área em específico.

Em França, por exemplo, esta etiqueta é usada para Lieu-dit, como uma vinha, um prado, um campo, parte de um bosque ou várias colinas.

Para o caso de locais abandonados onde ainda existem vestígios de construções, deve-se considerar a utilização da etiqueta abandoned:place=*.

No caso de França, também se deve considerar uma das seguintes etiquetas, caso o local se refira a um elemento em particular:

Quando não usar esta etiqueta

Quando se quer definir um elemento que já tem um esquema de mapeamento apropriado no OpenStreetMap. Por exemplo:

Para locais povoados, incluindo quintas e habitações isoladas, consultar place=*. Para um nome que está associado a um elemento natural ou físico, é melhor adicionar o nome name=* ao elemento que o descreve.

Não usar place=locality para forçar o aparecimento de um nome no mapa

Embora place=locality mostre sempre o nome de um local em Openstreetmap-carto, isso não justifica a prática de mapear para o renderizador quando um elemento não mostra o seu nome no mapa. Nestes casos, os renderizadores devem ser corrigidos/atualizados, fazendo um pedido para renderizar o name=* desse elemento.