Pt:Boas práticas

From OpenStreetMap Wiki
(Redirected from Pt:Good practice)
Jump to navigation Jump to search

O OpenStreetMap é um projeto livre e mantido por voluntários, onde qualquer um pode contribuir com o que quiser. No entanto, o projeto desenvolve-se melhor se os participantes tiverem um código de conduta que seja consensual. Ninguém é obrigado a obedecer-lhe, assim como o OpenStreetMap não obriga ninguém a fazer nada, mas estas "boas práticas" são diretrizes que aumentarão a qualidade dos dados do OSM. Poderá haver casos em que estas diretrizes não se apliquem ou até se contradigam.

Corrigir erros

Se encontrar elementos com etiquetas que considere estarem erradas, não tenha medo de as corrigir. Este projeto é como uma wiki - as suas correções poderão ser sempre revertidas. Portanto, seja responsável, mas mostre a sua audácia!

Verificabilidade

Artigo principal: Verificabilidade

Os dados do OSM devem, sempre que possível, ser verificáveis. O princípio aplica-se às etiquetas e a outros aspectos de representação dos dados e, essencialmente, significa que outro mapeador deve poder ir ao mesmo local e recolher os mesmos dados - verificando os dados que você adicionou.

Mapear o que há no terreno

Por vezes, há informações ambíguas sobre, por exemplo, o nome de um lugar. Um mapa antigo pode chamá-lo de uma coisa, os mapas atuais podem chamar de outra e a placa no local, de outra coisa. Quem utiliza os nossos mapas não quer saber como está escrito noutros mapas, quer encontrar os nomes das placas no mapa e vice-versa. A única excepção são os erros óbvios de digitação ou grafia, como "Avenida Atlntico", por exemplo. Partindo do princípio que as pessoas vão procurar pela grafia correta, faz sentido corrigir esses erros.

Não mapear eventos históricos ou elementos passados

Esta é uma consequência do princípio da verificabilidade: não mapear eventos históricos. Também não se devem mapear objetos se eles já não existirem, por serem elementos que não podem ser verificados. Os eventos históricos foram discutidos aqui (en). Se houver ruínas, que são algo verificável, então poderá mapeá-las (por exemplo com historic=ruins). Parece haver um consenso de que as ferrovias abandonadas ou desmontadas podem ser mapeadas se ainda restarem vestígios (use, por exemplo, railway=abandoned). As ferrovias abandonadas ou desmontadas foram discutidas aqui (en). Os objetos que já não existem podem ser mapeados no Open Historical Map.

Não mapear a legislação local, se não estiver relacionada a objetos físicos

Coisas como as regras de trânsito só devem ser mapeadas através de objetos no terreno que as representem, como uma placa de trânsito ou sinalização pintada nas vias. Outras regras que não podem ser vistas de alguma maneira, não devem ser mapeadas, já que não são universalmente verificáveis.

Não mapear eventos ou elementos temporários

Os nossos dados são transferidos frequentemente para serem usados offline em diversos dispositivos durante semanas ou meses. Portanto, para os dados offline serem úteis, espera-se que, no mínimo, se mantenham inalteráveis durante algumas semanas após o seu mapeamento. Certos eventos que ocorrem a uma frequência regular (como uma feira de fim de semana) podem ser mapeados utilizando as etiquetas que existem para esse fim.

Não mapear para o renderizador

Artigo principal: Pt:Mapear para o renderizador

Desenhe os objetos como eles existem no terreno – não insira dados incorretos só para ajudar um renderizador, um sistema de navegação ou qualquer outra aplicação de uso de dados que tem problemas com dados corretos. As aplicações estão sempre a melhorar, não distorça os dados para que sejam exibidos de forma mais bonita. Seja paciente e comunique o problema aos autores do software.

Não usar a etiqueta name=* para descrever coisas

Várias estradas agrícolas nomeadas "Estrada" (em alemão)
Artigo principal: Nomes (en)

A chave name=* só deve ser usada para o nome de um elemento. Não é o espaço apropriado para descrever ou classificar o elemento (existem outras etiquetas para isso). Por exemplo, é incorreto usar uma etiqueta name=Estrada numa estrada agrícola que passa por uma floresta. Basta a etiqueta highway=track. Se a estrada tiver nome (como um nome de rua), deve ser adicionada a etiqueta name=*; caso contrário, deve ficar sem ela.

Pode encontrar etiquetas apropriadas nos editores usando as suas predefinições. No iD, comece a digitar no campo "Pesquisar" depois de adicionar um novo objeto. No JOSM, pode procurar predefinições pressionando a tecla F3. Se não encontrar o que procura, procure nesta wiki, em Taginfo, ou pergunte à comunidade. Se não conseguir encontrar etiquetas apropriadas (algo bastante improvável), adicione uma nota para outros mapeadores (note=*) ou uma descrição do elemento com description=*.

Bons comentários no conjunto de alterações (changesets)

Artigo principal: Bons comentários para o conjunto de alterações (en)

Antes de enviar as alterações que fez no mapa OSM, deve deixar um bom comentário ao conjunto de alterações (changeset), descrevendo a edição de forma concisa e adequada. Deve fazer isso como gesto de cortesia e respeito com os seus colegas mapeadores, para evitar mal entendidos e corrigir erros mais rapidamente. Um bom comentário valoriza as suas edições e poderá, inclusive, ajudá-lo quando pesquisar uma edição antiga feita por si.

Manter o histórico

Quando as coisas mudam no mundo real, seja ousado e edite o mapa para que ele reflita a situação atual. Mas saiba que o OpenStreetMap mantém o histórico de um elemento. Você pode ajudar a manter esse histórico modificando os elementos já existentes em vez de os eliminar e redesenhar do início.

Por exemplo: se um restaurante fechar as portas, não tem de apagar o ponto que o identifica. Remova a etiqueta amenity=restaurant, mantendo as outras etiquetas intactas (como as de endereço).

Quando editar edifícios (building=*) ou áreas de ocupação humana (landuse=*), pode querer apagar e desenhar do zero, mas para manter o histórico é melhor editar os objetos já existentes. Para o JOSM, existe uma ferramenta "substituir geometria" no plug-in utilsplugin2. Com isto, é possível desenhar um elemento do zero e usar o histórico do existente.

Antes de fazer alterações importantes em grandes objetos, confira o seu histórico.

Um objeto, um elemento no OSM

Artigo principal: Pt:Uma característica, um elemento do OSM

Um elemento no OSM deve representar um objeto no terreno apenas e só uma vez. Não coloque pontos dentro de áreas com as mesmas etiquetas (como um ponto de restaurante num edifício que já foi mapeado como restaurante) só para ver um ícone aparecer no mapa ou por outro motivo. Os renderizadores também exibem ícones em áreas e não há necessidade de ter cada estacionamento, campo de futebol, etc. duplicado na base de dados.

Se desenhar a área de um objeto que já existia como ponto, remova o ponto e reutilize-o no contorno da área, como está descrito em Manter o histórico. Em seguida, remova as etiquetas do ponto e adicione-as à área. Consulte o artigo completo (en) para excepções a esta regra.

Padrões de edição

Artigo principal: Editing Standards and Conventions(en)

Alinhar imagens de satélite antes de mapear

Artigo principal: Uso de Imagens

As imagens de satélite, independentemente da sua origem, estão desalinhadas em relação às posições reais dos objetos no terreno. Embora, o desfasamento possa ser pequeno ao ponto de poder ser ignorado, pode ser significativamente maior que o típico erro de GPS (superior a 10 metros), e mudar consoante a área (exigindo novos realinhamentos). É extremamente importante verificar isto antes de mover dados já existentes ou adicionar novos.

Possíveis formas de alinhar e verificar o alinhamento

  • através de trajetos de GPS existentes ou dados de pontos de interesse de alta precisão
  • elementos já existentes no mapa do OSM
  • camada do Strava

O JOSM, o iD e o Potlatch possuem ferramentas para alinhamento de imagens de satélite. No iD, clicar em "Configurar imagem de fundo", na aba da direita e proceder ao alinhamento da imagem no campo "Ajustar Deslocamento da Imagem".

Não mapear sobre imagens desatualizadas

Artigo principal: Mapeamento de sofá (en)

Só porque está disponível, não significa que a camada de imagens de satélite esteja atualizada. Verifique sempre se os dados que está prestes a modificar ou apagar são realmente mais antigos do que as imagens que está a ver. O melhor é só mapear áreas que possa visitar ou verificar pessoalmente.

Consulte a página Uso de Imagens para mais informações, tais como a camada mais recente em cada região.

Média com base em trajetos de GPS

Artigo principal: Precisão dos dados de GPS (en)

A precisão dos pontos num trajeto de GPS pode ter um erro de vários metros. Isto depende de vários fatores, como a posição dos satélites quando o trajeto foi gravado, a cobertura vegetal, a proximidade de edifícios, a posição do dispositivo GPS em relação ao centro da rua, etc. Se houver vários trajetos gravados para a mesma rua, a imprecisão de uma dessas gravações terá um impacto muito menor na média de todas as linhas.

Por isso, é sempre útil enviar todos os trajetos para o servidor, mesmo que cubram ruas que já se encontram na base de dados. Isso permite que outros possam usar os seus trajetos para melhorar a média e conseguir uma precisão maior.

Se tiver muitos trajetos que cobrem o mesmo caminho, também pode experimentar o script "average tracks" para fazer um "traçado médio".

Manter as linhas retas direitas

Artigo principal: Convenções e padrões de edição (en)

Quando há uma rua que é realmente reta, desenhe-a como tal. Isso pode ser feito apenas com uma linha entre dois nós, sem nenhum outro nó no meio. Algumas ruas são perfeitamente retas, mesmo quando o seu trajeto de GPS mostra o contrário.

O JOSM, o iD e o Potlatch têm ferramentas que alinham ruas e estradas com interseções. Isso mantém a nossa base de dados limpa e dá um melhor aspeto ao mapa. Ainda assim, se você tiver vários trajetos de GPS para uma determinada rua e todos eles mostrarem uma curva, ou vir a curva numa imagem aérea ou de satélite, então desenhe essa curva no OSM.

Mapear curvas com um número apropriado de nós

Use um número razoável de nós para desenhar curvas e outros elementos. Não há uma regra específica sobre quantos nós devem ser usados - use o seu próprio bom senso -, mas deve haver o suficiente para que os ângulos entre os segmentos sucessivos não sejam muito acentuados (nunca devem ser perto de 90°). Isto significa que em curvas mais fechadas, os nós deverão ficar mais próximos uns dos outros para desenhar uma curva suave no mapa. Em curvas mais abertas, os nós ficarão mais afastados.

Marcar estimativas com fixme=*

Por vezes, faz sentido estimar posições em vez de deixar o objeto por mapear, mas marque sempre as suas estimativas com uma etiqueta fixme=* ("corrija-me") para que você ou outro mapeador possa voltar mais tarde para a corrigir.

Não apagar etiquetas aparentemente erradas

De vez em quando, poderá encontrar elementos com etiquetas que não parecem fazer qualquer sentido. Isto não significa que você deve apagá-las. É possível que tenham sido adicionadas com um determinado objetivo. Se achar que devem ser eliminadas, contacte o mapeador que as criou.

Não exagerar nos valores separados por ponto e vírgula

Artigo principal: Ponto-e-vírgula como separador de valores (en)

O ponto e vírgula pode ser utilizado quando há necessidade de introduzir vários valores na mesma chave. Isto pode ser útil para adicionar uma lista de valores em certas etiquetas menos importantes; contudo, deve ser evitado em etiquetas mais importantes. Em geral, deve-se evitar o exagero com estes caracteres especiais, já que eles diminuem a simplicidade do sistema de etiquetas.

Documentar as etiquetas personalizadas

Artigo principal: Novos elementos (en)

Quando você usar etiquetas que não estão nos elementos de mapa, documente-as na wiki para permitir que outros mapeadores as entendam e, quem sabe, passem a adotá-las.

Por favor, não use a secção de elementos de mapa da wiki para isso (incluindo todas as páginas em que o URL comece por //wiki.openstreetmap.org/wiki/Key:... ou //wiki.openstreetmap.org/wiki/Tag:...), já que estas são as recomendações de uso de etiquetas aprovadas pela comunidade e estão reservadas para etiquetas bem estabelecidas e de uso regular. Em alternativa, deve criar uma proposta ou colocar a documentação na sua página de utilizador ou numa subpágina da mesma. Pode ainda mencionar a etiqueta na página "talk" de uma página da wiki ou inscrever-se na mailing list exclusivamente dedicada às etiquetas usadas no OSM.

Ver também